Community S03E04

SPOILER ALERT

Remedial Chaos Theory é a definição perfeita de tudo que eu adoro em Community. Abed e Troy estão fazendo uma festa em comemoração ao fato de agora eles serem “room-mates” e convidam todos para uma noite de “Yahtzee” e pizza.

Eventualmente ninguém quer descer pra pegar a pizza, eis que Jeff sugere que a pessoa que vai descer vai ser decidida no jogar do dado do Yahtzee e cada pessoa é designada um número. Abed com sua lógica nerd/geek/robótica diz que ao fazer isso Jeff está criando seis possíveis realidades… e o que vemos em seguida é um episódio nos moldes de Feitiço do Tempo (Groundhog Day), e como um simples jogar de dados muda tudo.

A ideia de mundos paralelos e realidades alternadas é quase que uma exclusividade do mundo nerd (Fringe, Star Trek, Earth One & Two etc.) então não é um episódio pra qualquer um, mas Community também não é uma série pra qualquer um… ela requer um certo pedigree em “zaniness”. Tecnicamente falando os roteiristas puderam trabalhar mais afundo as diferentes personalidades sabendo que tinham carta branca pra fazer o que quiserem com os personagens em linhas fictícias de realidade. Mesmo não acontecendo “nada”(linearmente falando) ficamos sabendo que Jeff e Anne estão cada vez mais próximos de começar uma relação, Britta está cada dia mais hippie (episódio anterior com ela anti-estabelecimento) fumando maconha, Pierce ainda sofre com medo de rejeição do grupo, Shirley luta pra ser uma figura materna e Troy parece que está interessado em Britta. Abed continua Abed.

Eu poderia descrever cada um dos cenários mas somente dois se mostram 100% essenciais. O primeiro é quando o dado cai no número Um e quem desce para pegar a pizza é Troy, que corre para não perder nada do que pode acontecer. Annie tropeça na bola de Indiana Jones, Peirce leva um tiro na perna e Britta sem querer bota fogo no chão. Troy entra pela porta pra presenciar tudo isso mais um Troll Norueguês de Cerâmica que ele odeia. É a realidade mais brutal e assim a mais engraçada. A a outra é a realidade aonde Abed pega o dado no ar e percebe que Jeff faz isso porque seria matematicamente impossível ele ser escolhido, já que são sete pessoas. Jeff desce e o que vemos é que esse cenário é o mais “feliz”, eles não precisam de Jeff, é Jeff que precisa deles.

O final com a realidade mais “dark” é a cereja no topo do sundae. Abed sugerindo que eles se tornem uma aliança do mal somado com os “evil goatees” (referência a Evil Spock) e  as laringes queimadas  de Troy foram momentos em que eu não conseguia nem respirar de tanto rir. Enfim… um episódio perfeito.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: