Up All Night – S01E01

A NBC é a casa de minhas sitcoms prediletas (eu nunca vou me cansar de dizer isso, usaria de boa uma camisa “Team NBC”). No passado tivemos séries clássicas como Cheers, Seinfeld, Friends, Will & Grace e Scrubs. Atualmente ela exibe quatro grandes comédias; 30 Rock, Community, Parks and Recreations e The Office. Posso dizer que se Up All Night continuar com o que foi proposto no piloto ela também vai estar nessa nobre lista.

A série começa com Christina Applegate e Will Arnett, ambos com mais de 40, descobrindo que vão ser pais pela primeira vez. Corta para os dois olhando a “filhota” dormindo enquanto eles babam sobre aquele pequeno ser maravilhoso. “She’s so fu[bleep] beautiful” com certeza vai ser uma das frases que mais me fez rir esse ano,na realidade a cena toda em que eles usam palavrões ao descreverem a beleza da filha é simplesmente maravilhosa. Depois dessa cena inicial eu já sabia que eu tinha que separar alguns gigas de espaço no meu HD para “Up All Night”.


Descobrimos que o casal decidiu que Chris (Will Arnett) iria ficar em casa cuidando da filha enquanto Regan (Christina Applegate) continuava com seu “high-profile job” com uma Oprah-esk-talk-show-host, Ava (Maya Rudolph). Lendo sobre a série fiquei com a impressão que na primeira versão do piloto a personagem de Maya era mais durona e escrota, mas consigo compreender que dando ela um emprego como esse cria mais cenários possíveis para histórias engraçadas. Adorei o fato de a gente não perder tempo com a gravidez e o fato do pai ser o que fica em casa cuidando da prole.

A química entre Arnett e Applegate é incrível, até parece que faz anos que eles trabalham juntos, assim com a química entre Applegate e Rudolph. O roteiro não é exatamente genial, ele beira o comum, mas é feito de forma tão leve e divertida que junto com a atuação dos três protagonistas torna “Up All Night” a primeira das novas séries que eu realmente gostei.
Esse pavão de penas coloridas realmente sabe acertar esse coração meu. Sei que não há nada de especial nessa série para despertar tal interesse em mim, mas eu me conheço e sei bem que eu quase sempre acerto com essas coisas. Da última vez que eu senti isso foi com umas séries chamadas Community, Parks and Recreations e Happy Endings.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: